« Tabucchi em Paraty | Main | Sense and Sensibility: nasce uma escritora »

Comments

Feed You can follow this conversation by subscribing to the comment feed for this post.

Raquel

Marcia,

cheguei agora há pouco da livraria Cultura, onde fui comprar meu livro do mês, também para meu grupo de leitura da Cia. das Letras. Leremos de Kazuo Ishiguro, Não me abandones jamais, que coincidência, também foi transformado em filme estrelado pela talentosa Carey Mulligan!

Agora descobri, quando Janine me disse que havia conhecido alguém no Clube do Rio, que me conhecia. É você, mocinha!

Vou fazer um post remetendo a este teu post. Ao fim e ao cabo, vemos Jane em toda parte.

PS: Amanhã vou ler com calma teu texto e qualquer dúvida te mando um mail. Obrigada e beijocas!

MarciaCL

É verdade, eu conheci a Janine uma vez que ela veio ao Rio. Estou adorando meu grupo, todos são pessoas bem interessantes e não há um só dia que eu não saia de lá com um ponto de vista novo. Qualquer dia desses a Cia. das Letras podia promover um "encontrão" com todo mundo dos grupos de leitura, que tal? (eles dando a passagem, he,he...)

Sofia

Marcia,
Apesar de não conhecer o romance em questão (que com certeza já está na minha lista, hehe), gostei bastante das relações que você fez com os personagens e com o discurso da Jane Austen. Adoro quando leio livros que posso fazer esse tipo de relação com os personagens da Jane! Acho que ela retratou personagens e situações tão universais, que sempre podemos ver um pouquinho dela por aí! hehe Mas com certeza, se ele é admirador de Austen, deve haver referências.. :)

Adorei o comentário do Tóibin. Concordo absolutamente!
(Assisti An Education outro dia. Gosto muito da Carey Mulligan e adorei o filme! Reviravolta muito interessante no fim, não acha?)
Beijos!

MarciaCL

Sofia, eu gostei muito de Educação com Carey Mulligan. Aliás, ela gahou um Bafta por esse trabalho. Soube que é uma autobiografia de uma jornalista inglesa e fiquei com muita vontade de ler o livro original. Um dos meus autores favoritos, Patrick Modiano, diz sobre a adolescência que é um período de extremos que irá definir toda a sua vida. Ali você pode se encontrar ou se perder para sempre. Acho que é bem o caso desse filme.

beijos,

Marcia.

The comments to this entry are closed.

Receba atualizações deste blog por e-mail:

Delivered by FeedBurner

Become a Fan

Joshbell2pix52  

Protected by Copyscape Online Plagiarism Test